As imagens contidas neste blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato - miriblue@gmail.com

Blogroll

Blogroll

About

Blogger templates

Blinkie

Popular Posts

Followers

Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Homenagem a Aline Barros


Este é um video a que acho que muitos de vocês já assitiram e eu própria também num dia em casa dos meus amigos Carla e Daniel Barbosa. Gostei muito mas creio que não aborvi intensamente o seu conteúdo. Ontem quando estavamos em pleno tempo de louvor no Cacém, a Carla começou suavemente a cantar esta música, foi então que me lembrei de ter visto este video e a letra foi entrando no meu coração e derreteu-me por completo... Revi o video e quero muito compartilhar, sei que vão gostar e também ser tocados, não só pela música, mas pelo efeito que ela fez em quem cantou.


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Movie lover - Sugestão 2


ANTWONE FISHER

Ontem à noite na Sic pude rever um filme que está na lista dos meus favoritos. "Antwone Fisher" (2002).
Este filme é baseado em factos verídicos em que o argumento é escrito pelo próprio Antwone Fisher e que é interpretado pelo actor Derek Luke. Denzel Washington estreia-se como realizador e também interpreta um psiquiatra da Marinha.

Foi um filme que me tocou, pela demonstração de amizade, amor e perdão. Ainda que pareça que não precisamos de ninguém, torna-se evidente que sozinhos não somos capazes e Deus sempre coloca as pessoas certas no nosso caminho para nos ajudar.

É a minha sugestão desta vez, sei que vão gostar e se emocionar e também aprender muita coisa. Aqui fica o trailer e a sinopse:





"Marinheiro de temperamento explosivo, Antwone Fisher (DEREK LUKE) recebeu ordens para consultar um psiquiatra, o Dr. Jerome Davenport (DENZEL WASHINGTON), caso contrário teria de deixar a Marinha. Mal sabia ele que este primeiro passo em direção ao consultório médico o conduziria numa jornada para casa.

Com o apoio do médico, que acaba sendo como um pai para ele − mais do que qualquer pessoa já foi −, e da jovem (JOY BRYANT) com quem aprende a amar, ele encontra coragem para parar de brigar, enfrentar seu passado e começar a se curar. Só então ele consegue procurar a família que nunca chegou a conhecer, e se apaziguar com aquela que conheceu bem até demais. "

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

ENTREVISTA A WILLIAM P. YOUNG

Olá a todos,
O Semanário Sol (online) publicou uma entrevista que o William P. Young, autor do livro "A Cabana", deu aos portugueses e eu como li o livro e este continua a ser o meu favorito, não podia deixar de compartilhar. Vão gostar de certeza!


"Como é que descreve este livro?
Descrevo-o como um livro de mistério/suspense sob a forma de ‘what-if’ ( e se?). E se existe um Deus que realmente está envolvido nos pormenores da nossa vida? Como é que isso mudaria a forma como vivemos?


Porque decidiu escrevê-lo?
Fui sempre um escritor, mas nunca pensei em publicar. A minha mulher, Kim, encorajou-me a escrever algo como presente para os nossos seis filhos, com idades entre os 16 e os 19 anos. O que ela pediu foi: ‘Poderias escrever algo que reunisse as tuas ideias, porque pensas fora dos esquemas habituais?’. Por isso, para o Natal acabei o primeiro rascunho e fiz 15 cópias para a família e amigos. O livro cumpriu o seu objectivo e voltei aos meus três empregos.


Que mensagem quis passar aos seus filhos?
Quis fazê-lo através de uma história, porque acho que as nossas história dizem muito sobre o que nos vai no coração. Quis abrir o coração aos meus filhos. O livro contém muitas das questões com que me deparei à medida que fui crescendo, questões sobre Deus, a dor e o sofrimento, sobre a nossa grande tristeza e o processo de cura. Quis que os meus filhos se apaixonassem pelo Deus que eu encontrei; Pai, Filho e Espírito Santo que seguem cada ser humano com infindável ternura e amor e que nos convidam para uma relação que nos cura.


Isso ajudou-o a lidar com os fantasmas da sua própria vida e do seu passado?
Já tinha lidado com esses fantasmas muito antes de me sentar a escrever esta história … por isso a história é uma expressão da cura e não tanto parte de um processo de cura. Descobri que o livro tem ajudado muita gente a abrir-se às pessoas que amam e a lidar com a sua própria grande tristeza. Por isso estou muito agradecido.


Há quem lhe chame uma novela cristã. Tinha um objectivo religioso? É uma tentativa de evangelizar?
De maneira nenhuma. Se eu tenho algum tipo de objectivo religioso, é o de expor a religião como uma tentativa de controlar a vida dos outros. É melhor que eu defina ‘religião’. Religião é qualquer tentativa de agradar a Deus, quer através das motivações da vergonha ou do medo. Acredito que todas as religiões sejam, fundamentalmente, o mesmo, uma tentativa de através da acção agradar a Deus; são apenas a s regras e obrigações que diferem. Não acredito que Jesus tenha vindo para criar uma nova religião para competir no mercado das religiões, mas para destruir a ideologia religiosa introduzindo o relacionamento. Quando entramos numa relação, perdemos controle e embarcamos num mistério … pergunte a qualquer homem casado… Também há quem lhe chame heresia.


O que pensa disso?
Ainda acredito que Jesus cura pessoas no Sabbath. Lembremo-nos que ao ter feito isso Jesus enfureceu a elite religiosa. A ideia de que Deus é amoroso, misericordioso e que procura relações pessoais … gera tanta fúria agora como no tempo de Jesus. Sinto-me seguro de que esta história está assente na teologia ortodoxa, apenas usa uma imagética que muitas vezes está fora da ‘caixa’ em que as pessoas colocam Deus.


É um livro demasiado controverso para cristãos e demasiado católico para leigos?
Para alguns isso será certamente verdade, mas para a maioria a história não é sobre cristãos contra leigos, de forma nenhuma. É sobre a vida, dor, perda, Deus .. questões que interessam a qualquer ser humano. A própria categorização de cristãos versus leigos cria um tom religioso, desnecessário na minha opinião. Quando as pessoas me interrogam se sou cristão, pergunto-lhes: o que acha que é um cristão e eu digo-lhe se sou um deles. Não me importo de ser chamado cristão desde que concorde com a definição. E na maioria das vezes não concordo. Sou um seguidor de Jesus, é certo, mas não sou uma pessoa religiosa. A religião nunca irá curar-nos, só o relacionamento o fará. Toda a vida, para mim, é agora sagrada.


Qual é o significado do título e o uso da cabana como cenário?
A cabana é uma metáfora para a alma/coração do ser humano. É a casa que as pessoas nos ajudam a construir à medida que crescemos. Mas muitos de nós, eu incluído, não recebemos grande ajuda, por isso as nossas almas estão arruinadas (como uma cabana), estão repletas dos nossos vícios e é onde escondemos os nossos segredos. É um sítio onde não queremos deixar ninguém entrar.


Qual o interesse de apresentar Deus como uma mulher africana?
Para ultrapassar os estereótipos, as várias ‘caixas’ em que enfiámos Deus. A Imagética, nas Escrituras, nunca foi feita para ‘definir’ Deus, mas mais para nos fazer entender a natureza e carácter de Deus. Deus é descrito como uma rocha, uma fortaleza, uma águia, uma galinha. Isto não quer dizer que Deus tenha penas. Deus é definido como ‘Pai’, não para o definir como do sexo masculino, mas para nos fazer entender a natureza e o carácter deste Deus que nos ama como seus filhos. Mas muitos de nós foram tão magoados pelos seus próprios pais que imaginar Deus como uma mulher (uma mãe) permite-nos querer correr para o seu colo.


Esperava tornar-se um fenómeno? O que acha disso?
Nunca tal me ocorreu. Apenas escrevi para os meus seis filhos, como um presente. Para mim tudo o que acontece é uma dádiva de Deus, uma manifestação da sua graça e misericórdia. Estou cheio de gratidão por fazer parte de algo que está a tocar o coração de milhões de pessoas e desta forma mudar o mundo para melhor. Sinto-me esmagado. "

Fonte: Sol

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Nunca mais sem Ti


Não quero começar o meu dia sem Ti.
Assim que o meu pé sai da cama, piso o terreno de uma selva perigosa, cheia de pressões, tentações, desafios, que na minha própria força não conseguirei ultrapassar. Estar rodeada de perigos sem Te ter ao meu lado, é morte na certa. Abriga-me em Teus braços, enche-me de força e coragem. Que os gigantes que enfrento caiam por terra, pois não podem resistir ao poder e à força da minha "funda" que és Tu e a Tua Palavra.
Pelas pontes velhas e suspensas sobre o abismo, faz-me caminhar somente em frente e com os olhos fitos nos Teus para que não perca o rumo e o alvo, só assim não deixarei que o medo se apodere de mim, só assim não desfalecerei.
Sem Ti, nada mais sou que uma menina perdida na floresta, chorando e soluçando, desesperada por não saber o caminho para casa e tremendo de medo pelos sons desconhecidos.

O futuro é tão incerto, mas se olhar e Te vir nele, nada recearei. Que eu Te possa ver com total nitidez para que sorria confiante ao entrar no dia de amanhã. 
Sara as minhas feridas e lava-me com o Teu santo sangue e ainda que o passado me persiga que seja somente para me dar mais força na minha caminhada e não mais cometer os mesmos erros.

Não preciso de Te pedir, eu sei, mas quero-te dizer que preciso que estejas aí Senhor, à minha espera, para me receberes agora e no dia em que me encontrar face a face contigo.

Esta sou eu, do mais profundo do meu coração, sou eu. Olha para mim e levanta o meu rosto gentilmente com as tuas mãos para que olhe para Ti e nunca mais comece um só dia sem Ti. Toda a glória seja dada ao Teu grandioso Nome.




sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O melhor projecto de Deus


Viver a cada dia com esta realidade bem presente... é pura felicidade!...

"Deus pensou num plano melhor quando nos desejou e visualizou, antes mesmo de sermos concebidos. Ele nos conhece como a palma das Sua mãos, sabe do que somos capazes, pois nos visitou quando ainda éramos disformes no ventre de nossas mães e nos criou para a Sua glória. É lindo!

Muitas vezes pensamos que não somos nada, mas para Deus somos importantes, por isso Ele nos criou. Ele nunca criaria algo em valor. Você é especial para Deus!
Deus nos vê de maneira diferente, pois conhece o profundo do nosso ser: nosso potencial, habilidade, limitação, necessidade, etc. Não somos sós. Somos corpo e alma (mente, vontade e emoções). Deus nos capacitou. Descubra o seu potencial em Cristo, pois quando entramos em total sintonia com o Deus Todo-Poderoso descobrimos o quanto Ele é tremendo!

Fomos acariciados e amados por Deus antes de nascermos, isso é maravilhoso... somos sonhos realizado do Deus vivo, o Seu melhor projecto. Ele tem um best-seller sobre as nossas vidas , somos importantes nos céus, cidadãos celestiais, lembrados por Ele. Deus até permite que mudemos algo nos capitulos, mas se formos amigos intimos do Autor saberemos qual o melhor final para a nossa história..."

"Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda." (Salmo 139:16)

"O Senhor é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixaré nem te desamparará, não temas nem te atemorizes." (Deuteronómio 31:8)


Fonte: "O maná que alimenta a fé"
Kátia Pereira da Silva Ferreira

terça-feira, 6 de outubro de 2009

"A CABANA" - Porto Editora

Foi com muita emoção que recebi a noticia (e também já a pude comprovar!) que a Porto Editora lançou a 2 de Outubro o livro "A cabana". Oro a Deus para que muitas pessoas sejam tocadas e que entreguem as suas vidas a Jesus, eu acredito que pode acontecer!!! É impossivel ficar indiferente a esta história, que apesar de ser ficção mostra-nos o coração de Deus e todo o Seu amor por nós. Mais uma vez deixo aqui o apelo, leiam! De preferência comprem em livrarias cristãs claro! ;o)






Happily married since 07.07.2007

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP