As imagens contidas neste blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato - miriblue@gmail.com

Blogroll

Blogroll

About

Blogger templates

Blinkie

Popular Posts

Followers

Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 6 de junho de 2011

terça-feira, 17 de maio de 2011

Não importa o que fizeste...

Não me lembro qual a temporada e episódio, e não sei bem todo o contexto da história pois não vi desde o inicio, mas no outro dia um frase dita na serie CSI LV tocou-me e fez-me pensar. Enquanto a equipa forense investigava o homicidio de uma jovem que se tornara prostituta recentemente, outra na mesma situação encontrava-se desaparecida e ao que parece por vontade própria. Enquanto a mãe desta última desabafava com o chefe a sua preocupação, disse: "Não me importa o que ela fez, eu só quero que ela volte para casa, para junto de mim". Nesse instante, automáticamente comparei o amor desta mãe, ao amor de Deus. Ele não leva em conta o que eu ou tu andámos a fazer, desde que voltemos para Ele. Esta jovem praticava prostituição e tenho a certeza que para uma mãe seja muito dificil perceber e aceitar a decisão tomada pela sua filha, mas ainda assim nada disso impedia que os seus braços estivessem abertos para a receber de volta e o seu maior desejo era estar perto dela e protegê-la. E quem não conhece a história do filho pródigo contada por Jesus? Até os que não conhecem a Biblia a sabem. Jesus quis contá-la para que percebessemos que Deus está mais interessado naquilo que podemos ser do que o que somos agora. Que o Seu amor é tão grande ao ponto de nos aceitar tal e qual como nos apresentamos a Ele, pois o Seu desejo é que corramos para junto de Si e nunca mais nos voltemos a perder.


Ele é o nosso Pai e ainda que alguns pais e mães não nos aceitem, Ele é o único que aceita sem reservas.
Seja o que for que tenhas feito, nada é tão mau que Ele não te possa perdoar. Não esperes tornar-te uma pessoa melhor para depois te entregares, porque isso não vai acontecer pelas tuas próprias forças. Vai agora como estás, sujo, miserável, caído, desanimado... o melhor Pai do mundo espera-te.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Movie lover - Sugestão 9

Apesar de vencedor de 7 prémios Bafta e 4 Óscares, incluindo de melhor filme, "O discurso do Rei recebeu as criticas de que é um filme pouco profundo e de fraco argumento. Para mim não deixa de ser um filme que recomendo.
Sim, é uma história simples, mas quantas vezes precisamos de ser confrontados com as coisas simples e óbvias da nossa vida? Infelizmente temos tendência a complicar aquilo que é fácil entender e que está mesmo à nossa frente.
Colin Firth interpreta o Príncipe Albert, Duque de York e a sua gaguez nervosa impede-o de realizar as suas funções com confiança e credibilidade. É então que ele conhece um terapeuta (Lionel Logue) com métodos bem diferentes do que ele estava habituado, facto que o deixa muito desconfortável, pois Lionel Logue empenha-se em descobrir o motivo que o levou à gaguez. Após a morte de seu pai e do seu irmão mais velho ter abdicado do trono, acontece o que mais temia, tornar-se Rei! A este facto junta-se a eminência da 2ª Guerra Mundial o que faz com que o percurso com o seu terapeuta se torne cada vez mais importante e intenso. O filme culmina com o Discurso do Rei ao povo numa epoca de grande tensão no país e... como será que corre??
Têm de ver!
Este filme transmite grandes valores, como a amizade, a união, a persistência. E resume-se ao que todos nós também precisamos, de um amigo que se interesse verdadeiramente por nós, que se mantenha sempre por perto e que sempre que pensamos em desistir, esteja ali para não deixar que isso aconteça!
Alguns momentos de humor também estão presentes neste filme, o que o torna ainda mais especial.
Recomendo vivamente!

Aqui fica o trailer:

                          

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Zac Smith - A história continua

"Deus ainda é Deus e Deus ainda é bom"
Já tinha partilhado convosco o testemunho de Zac Smith (ver AQUI). Mas a sua história ainda não terminou. Mesmo após a sua morte, o seu testemunho continua a tocar vidas e a transformar a vida da sua familia. Não deixem de ver.


sexta-feira, 25 de março de 2011

Quem dobrou o teu pára-quedas hoje?

Charles Plumb era piloto de um bombardeiro na guerra do Vietname. Depois de muitas missões de combate, o seu avião foi derrubado por um míssil.
Plumb saltou de pára-quedas, foi capturado e passou seis anos numa prisão norte-vietnamita. Ao retornar aos Estados Unidos, passou a dar palestras relatando sua odisséia e o que aprendera na prisão.
Certo dia, num restaurante, foi saudado por um homem:
- Olá, você é Charles Plumb, era piloto no Vietname e foi derrubado, não foi?
- Sim, como sabe?, perguntou Plumb.
- Era eu quem dobrava o seu pára-quedas. Parece que funcionou bem, não é verdade?"
Plumb quase se afogou de surpresa e com muita gratidão respondeu:
- Claro que funcionou, caso contrário eu não estaria aqui hoje. Muito obrigado!


Ao ficar sozinho naquela noite, Plumb não conseguia dormir, lembrando-se de quantas vezes havia passado por aquele homem no porta-aviões e nunca lhe disse nem um "bom dia". Era um piloto arrogante e aquele sujeito, um simples marinheiro.
Pensou também nas horas que o marinheiro passou humildemente no barco enrolando os fios de seda de vários pára-quedas, tendo em suas mãos a vida de alguém que não conhecia.
Agora, Plumb inicia suas palestras perguntando à sua platéia: "Quem dobrou o seu pára-quedas hoje?".
Todos temos alguém cujo trabalho é importante para que possamos seguir adiante. Precisamos de muitos pára-quedas durante o dia: físico, emocional, mental, espiritual.
Às vezes as coisas mais importantes da vida dependem apenas de acções simples. Só um telefonema, um sorriso, um agradecimento, um singelo OBRIGADO.
Jamais deixe de agradecer.

Autor desconhecido
 

quarta-feira, 16 de março de 2011

*Actividades AD Cacém 2010*

Já se tornou "ritual" fazer um video a recordar algumas das actividades da AD Cacém. Depois de partilhar com a igreja no culto anual, partilho convosco :)

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Quando o consolo humano já não chega...

É sempre bom quando podemos ouvir palavras de conforto por parte de um amigo ou familiar numa altura em que estamos menos bem. É verdade que precisamos muito uns dos outros, não fomos criados para vivermos sozinhos, mas sim em comunidade e harmonia. Quão bom é quando partilhamos, damos-nos a conhecer e recebemos em troca amizade, apoio, consolo. 
Ainda assim, existem momentos na vida em que nada disso parece ajudar. Estamos tão deprimidos, os problemas parecem tão grandes, intransponíveis e a sufocar-nos. A ânsia pela solução é tanta que perdemos a capacidade de raciocinar, manter a calma e... de ouvir. Por mais que ouçamos palavras de conforto de quem está ao nosso lado para nos ajudar, não faz o efeito desejado. Um abraço de consolo parece não chegar, a presença de um amigo já não tranquiliza... Sim, todos passamos por estes momentos em determinadas fases da nossa vida. Eu pergunto-me: Quando alguém que ainda não teve a oportunidade ou não quis entregar o seu coração a Jesus e deixar que Ele tome conta da sua vida, o que faz numa situação destas? Parem um pouco para pensar (eu estou a fazer o mesmo)... É um beco sem saída que em alguns casos levou pessoas ao suicídio. 
Mas se eu e tu já tivemos oportunidade de ouvir falar do Deus de amor e somos receptivos à Sua voz e vontade, ainda que nada nem ninguém nos ofereça a paz e a solução que precisamos, só a Ele podemos recorrer. Eu creio que nestas alturas Ele mesmo quer assim, que busquemos só a Ele, sem" intermediários", com total entrega e exclusividade.Só Jesus pode fazer o que os outros não conseguem. Então é urgente que desabafemos tudo em oração, que passemos tempo com Ele, a falar ou em silêncio, a chorar... 
Que eu possa valorizar cada vez mais este Senhor que eu tenho e deixar de agir como se não O tivesse.
Eu sei que Dele vem tudo o que de melhor existe e nada mais me resta senão descansar em Suas promessas e esperar que depois da tempestade, venha a bonança (resposta), no tempo perfeito, que é o Dele.
Que Deus vos abençoe, na medida em que se entregarem mais e mais a Ele.


Happily married since 07.07.2007

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP