As imagens contidas neste blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato - miriblue@gmail.com

Blogroll

Blogroll

About

Blogger templates

Blinkie

Popular Posts

Followers

Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

"À quoi ça sert l'amour?" (Até 14 de Fevereiro - 2)


Uma curta metragem muito catita ao som de uma música da Edith Piaf... "O que é o amor?" :D
Para sorrir e descontrair!...




terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Até 14 de Fevereiro - 1


Senti no meu coração de até ao dia 14 de Fevereiro compartilhar alguns pensamentos e sentimentos acerca de relacionamentos entre casados, namorados e aqueles que ainda esperam pelo (a) "tal" :D.
Não escolhi o dia 14 de Fevereiro porque festejo o dia dos namorados, (até porque não faço questão disso, prefiro "vivê-lo" durante o resto do ano!...) mas porque sei que muitas pessoas esperam somente por esse dia para oferecer algo, ou jantar fora, ou fazer um outro agrado. Haaa, mas devo dizer que por acaso foi nesse dia que recebi o meu anel de noivado :D.(2007)

Talvez deva começar pela minha própria experiência. Sou uma pessoa muito ansiosa por natureza e tenho dificuldade em gerir a ansiedade em certos momentos e fases de minha vida. Alguns anos antes de conhecer o meu marido passei por uma dessas fases. Desde adolescente que o meu coração sempre palpitou por A, B e C... lol, apesar disso sempre tive algum juizo, até porque conhecia a Deus. Mas à medida que fui crescendo o desejo de ter um namorado a sério foi constante e infelizmente precipitei-me algumas vezes na incessante procura pelo homem que Deus tinha reservado para mim. Quanto mais procurava, mais me enganava em meus sentimentos! Que tonta!
Pormenores à parte, digo-vos que encontrei o Vitor quando deixei de procurar, quando de coração entreguei os meus sentimentos a Deus e me desarmei das setas do cupido. Tinha 26 anos quando fiz isso e pouquinho tempo depois Deus entregou-me o Vitor "de bandeja". Quando isso aconteceu eu tive a certeza que tinha sido Deus, porque o meu coração descansou e suspirou de alivio: "A tua procura acaba aqui".

Porque razão queremos tão depressa as coisas que Deus já nos assegurou que daria? Porque é que forçamos as situações, quando Deus já nos prometeu o melhor?

A verdade é que eu fiz isso e sofri. Podia ter aproveitado melhor os anos da minha adolescência e "juventude mais jovem". Mesmo assim Deus teve misericórdia de mim e cumpriu em mim a Sua vontade e concedeu o desejo do meu coração. Mas eu tive que Lhe entregar essa área da minha vida, mesmo que tivesse sido por cansaço.
Amigos e amigas, não tenham pressa, Deus é mesmo muito bom e tem o melhor para vós! Vale a pena esperar e enquanto esperam, vivam da melhor maneira, divirtam-se (com juizo! :D) e façam muitos amigos. Tirem o curso que mais gostam, façam uma poupança do vosso dinheirinho e acima de tudo sirvam a Deus de coração! O resto Deus fará, de certeza!

Haaaa, e no dia dos namorados não se importem de não terem ninguém a quem oferecer uma almofada em forma de coração ou uma caixinha de bombons!... lol Nem fiquem a olhar com inveja para os casalinhos por aí espalhados a darem aquelas beijocas atrevidas em público... lol Eu passei muitos anos assim e garanto-vos que não vale a pena! lolol



Beijinhos da MiMi





quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Estou viva, estou aqui!


Há uns dias recebemos a noticia que um cliente nosso tinha falecido. Apesar da tristeza, nada de novo, a morte é certa e não foi a primeira vez que recebemos este tipo de noticias. No entanto este caso em particular angustiou-me muito. A viúva esteve aqui a tratar de uns assuntos e em pequenos sussurros só nos disse: "o meu Carlos adormeceu à noite e não acordou mais, foi de repente." Não inistimos em saber pormenores, mas pelo que pudemos perceber, não houve causa para a sua morte. O meu coração ficou apertado e inseguro. Nessa noite quando me deitei pensei: "E se eu hoje não acordar?...." Este pensamento levou-me a pedir perdão a Deus por tudo o que me vinha à cabeça e sem querer adormeci...

Quando acordei de manhã, senti uma gratidão enorme. "Meu Deus, que milagre é o simples facto de acordar!!" - Pensei eu.

Acordar é algo tão "automático" que o desvalorizamos! Que possamos ser mais agradecidos pela linda dádiva que é a vida, pelo ar que respiramos e pelo facto do nosso corpo fazer o seu trabalho diário como Deus ordenou.

Graças a Deus, estamos vivos e estamos aqui!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Eu e as PESSOAS

Estou a entrar numa nova fase da minha vida profissional. Apesar de nunca ter gostado do que faço, sempre senti que nunca tive saída e nesta altura com prestação de casa, despesas fixas etc... e como está o mercado de trabalho, nem pensar em desistir do meu emprego/trabalho que graças a Deus todos os meses tem sido o meu/nosso sustento.

Estou a tornar-me uma comercial, em vez de estar aqui no escritório a atender telefones e pessoas, estou a experimentar ir para o "terreno", ainda estou mesmo no iniciozinho, mas descobri algo que me tem feito pensar... eu não gostava de "pessoas"... para mim foi triste e até chocante constatar isto. Enquanto estava aqui, enervava-me atender as pessoas com as suas chatices e exigências, por telefone ainda tolerava, mas quando vinham aqui ao escritório, eu detestava o contacto pessoal e sempre que a porta se abria, eu ficava logo com a neura e só me apetecia ser o mais antipática que pudesse!... Estranho né? Para quem está habituado a ver-me sempre sorrir, nem parece que eu podia ter este tipo de intenções! LOL...

 Enfim, mas a semana passada fui a uma formção na Fidelidade Mundial acerca de vendas. E foi muito triste para mim ouvir vezes sem conta o formador a dizer que o mais importante não é a venda em si, mas ter uma relação de confiança com o cliente, mostrar interesse sincero pelas suas necessidades, claro que mais de acordo com aquilo que eu tenho para lhe vender, mas acima de tudo, ele é que é importante nesta relação! Seja que tipo de cliente for, até nos mais dificeis, sou eu que tenho o poder e o dever de transformar a relação em algo bom. E foi triste porque eu aprendi isto em tantos anos de crente e foi preciso ouvir da boca do tal formador que o mais importante são as pessoas e não eu!... O mais importante é o que posso fazer por elas!...

Caí em mim e percebi que eu tinha que mudar a minha atitude perante as pessoas, até mesmo neste trabalho que eu não gosto muito de fazer... E de facto, estar com as pessoas no "terreno", lidar com elas num ambiente que é o delas (loja, casa, etc) é possiver ver o melhor que elas têm e é possivel ser mais paciente e tolerante com as suas exigências, porque vou além da relação profissional...
Isto pode ser aplicado de muitas maneiras, e por si só, para mim já foi um toque de Deus no meu coração. Mas se analisarmos na prática da nossa vida cristã, nós não podemos falar de Jesus a ninguém senão nos disponibilizarmos em conhecer as pessoas, as suas necessidades. Sejam elas chatas, exigentes, intolerantes... Deus também as ama e muito e é meu dever também considerá-las importantes.

Deus me ajude a não perder esta visão, em tudo o que faço.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Movie lover - Sugestão 4


Desde já, desejo um bom ano a todos!... Que Deus possa abençoar as vossas vidas, ao mesmo tempo que se chegam mais a Ele.

E começo com mais uma sugestão de filme...
Apesar da nossa televisão nacional ter transmitido inúmeros filmes este fim-de-semana prolongado, Eu e o Vitor decidimos alugar alguns, já que os feriados convidavam a estar em casa. Um marcou-me mais do que qualquer outro que vimos estes dias, "Quem quer ser bilionário?" ("Slumdog millionaire"). Nunca me tinha "puxado" a vontade de ver, mas a curiosidade falou mais alto e como gosto bastante da 7ª arte, não poderia deixar de ver o filme que conquistou oscares e globos de ouro!

Para quem ainda não viu: RECOMENDO VIVAMENTE. Uma história de coragem, amizade, lealdade e amor. É daqueles filmes que sofremos, mas no fim a leveza toma conta de nós e sentimos que algo mais foi acrecentado na nossa vida. Não vou contar detalhes claro, apenas deixo-vos o trailer e a sinopse. Não deixem de ver!

Trailer:




Sinopse:
"Jamal Malik, um órfão de 18 anos dos subúrbios de Bombaím, está apenas a uma pergunta de ganhar os espantosos vinte milhões de rupias da versão indiana do concurso "Quem quer ser Milionário". Apanhado numa suspeita de fraude, ele confessa à polícia a incrível história da sua vida nas ruas e a da rapariga que amou mas que perdeu. Mas o que está a fazer um rapaz sem interesse em dinheiro num concurso televisivo? E como é que ele sabe todas as respostas?"

Fonte: http://cinema.sapo.pt

Happily married since 07.07.2007

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP